novembro 2011

Natal em Biscuit!

16 de novembro de 2011
Em: Personagens | 10 comentários

Hoje, como minha modelagem principal são os enfeites natalinos, mais específico, as bolas natalinas para árvore de natal, fiquei pensando como deve ter surgido as árvores de natal e qual o real sentido dos enfeites que estou modelando.

Bolas decoradas com Biscuit

 

Humm…

Fui à busca e encontrei que as civilizações antigas dos continentes europeu e asiático no terceiro milênio antes de Cristo já consideravam as árvores como um símbolo divino. Sua projeção vertical desde as raízes fincadas no solo, marcava a simbólica aliança entre os céus e a mãe terra. Porém os germânicos foram considerados os criadores da simbologia de presentear as crianças, pois eles colocavam presentes nas árvores.

No início do século 18, o monge beneditino São Bonifácio tentou acabar com essa crença religiosa cortando um pinheiro sagrado adorado por todos com um machado no alto de um monte. Como teve insucesso na erradicação da crença, se juntou a ela e decidiu associar o formato triangular do pinheiro à Santíssima Trindade e suas folhas resistentes e perenes à eternidade de Jesus. Nascia aí a Árvore de Natal.

Árvore de Natal decoradas com Biscuit

 

Porém, a moderna árvore de natal teria realmente surgido na Alemanha entre os século 16 e 18. Não se sabe exatamente em qual cidade ela tenha surgido. Durante o século 19 a prática foi levada para outros países europeus e para os Estados Unidos. Apenas no século 20 essa tradição chegou à América Latina.

Atualmente essa tradição é comum a católicos, protestantes e ortodoxos.

Os acessórios tem seus significados, os Pisca-pisca representa as estrelas, os minis Papai Noel representa a bondade, a Ponteira que pode ser uma estrela representa a estrela principal, e as bolas de natal, as quais estou modelando, representam bons frutos.

A data de montagem e desmontagem da árvore de natal varia de país para país, porém já dizia minha mãe que a data de montagem é dia 06 de Dezembro que é dia de São Nicolau, nosso Papai Noel e o dia de desmontar tem que ser no dia 06 de Janeiro, dia de Reis, que na história foi o dia em que Maria e Pedro foram avisados que os saldados de Herodes estavam a procura do Menino Jesus, então tinha que desmontar tudo para que não houvessem pistas do Menino Jesus.

*-*

 

*-*

Bolas natalinas

Que lindo, fico feliz em modelar sibolicamente bons frutos para decorar as árvores de natal da galera!

Adorei tudo isso!!!

:)

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81rvore_de_Natal

Ferramenta de biscuiteiras, qual afinal?!

12 de novembro de 2011
Em: Minhas Histórias

Rsrsrsrsrsrs…

Me divirto com esse assunto, pois o mais inusitado objeto pode se transformar em ferramenta nas mãos de uma biscuiteira.

Mas, assim como qualquer profissional tem suas principais ferramentas, nós modeladores da massa de biscuit, também temos as nossas, as estecas e extrusouras, conhecida também como ejetor.

Há uma grande variedade de modelos, tamanho e material, podendo ser de plástico, metal etc.

Estecas de plástico

Extrusoura ou ejetora de plástico

 

 

Além das estecas e extrusouras (ou ejetor), o mercado oferece um grande leque de ferramentas para esta modelagem, tais como carimbos, cortadores, formas.

As biscuteiras eu digo: Não se prendam a estas ferramentas, apesar que elas não devem faltar na sua mesa de trabalho, mas sempre tenha também uma caixa de palito de dentes, régua, tampa de caneta, caneta, tampa de hidrocor, agulha de crochê, lixa de unha, cano pvc, palito de churrasco, nossa própia unha, copo e até ferramenta de médicos (eu uso uma tesoura médica da ponta curva, ótima para cortar a massa em círculo).

E para quem não é biscuiteira, só para você entender que com essas ferramentas citadas anteriormente, nos auxiliam na modelagem e desenvolvermos peças que vocês nem acreditam, como, fazer florzinhas a partir da tampa do hidrocor, rsrsrsrsrs…

Ferramenta de biscuiteiras, qual afinal?!

A que estiver por perto e que supra a necessidade da nossa criatividade.

Muito divertido Biscuitar e improvisar. ;)