julho 2011

O Pequeno Príncipe!

20 de julho de 2011
Em: Personagens | 7 comentários

O Pequeno Príncipe é um romance do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, publicado em 1943 nos Estados Unidos. A princípio, aparentando ser um livro para crianças, tem um grande teor poético e filosófico. É o livro francês mais vendido no mundo, cerca de 80 milhões de exemplares, e entre 400 a 500 edições.

Resumindo, o Livro tem 68 anos, e muita gente já leu e releu, e muita ainda vão ler, pois este livro é considerado a terceira obra literária mais traduzida no mundo, sendo a primeira a Bíblia, a segunda o livro O Peregrino e o terceiro O Pequeno Príncipe. Foi publicada em 160 línguas e dialetos

Uma curiosidade é que parte do enredo da obra e as aquarelas de Antoine de Saint-Exupéry tenha sido inspirada pela sua vinda ao nordeste do Brasil, onde ele teria se encantado com o Baobá, árvore de origem africana trazida à terra brasileira.

O Mundo dele!

Algumas frases filosóficas do livro O Pequeno Príncipe que vale a pena refletir e oferecer:

“A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar…”

“Ser homem é ser responsável. É sentir que colabora na construção do mundo.”

“Só conheço uma liberdade, e essa é a liberdade do pensamento.”

“Foi o tempo que dedicastes à tua rosa que fez tua rosa tão importante”

“Quando a gente está triste demais, gosta do pôr do sol…”

“Não é a distância que mede o afastamento”

“Se tu vens às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz.”

“O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.”

“Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.”

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”

“Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo.”

“Preparar o futuro significa fundamentar o presente.”

“O que dá beleza ao deserto é que esconde um poço de água em qualquer parte”

“Então, eu me sinto feliz. E todas as estrelas riem docemente.”

“Fiz mal em envelhecer. Foi uma pena. Eu era tão feliz em criança…”

O Pequeno!

Foi com imenso prazer que modelei o meu personagem preferido.

Ainda falta outros personagens da mesma história, ainda vou modela-los para mim.

Estes foram lembranças de chã de bebê.

Vários

OBS. Ofereço este Post a minha amada prima Júlia Laís, assim como eu, amente deste personagem. =*
:)

- “Porque o nome Biscuit?”

18 de julho de 2011
Em: Histórias do Artesanato | 2 comentários

“- Use a lógica: se Biscuit em inglês é Biscoito, porque usa o nome Biscuit para esta arte?”

Muitas pessoas já me perguntaram isso.

E minha resposta geralmente era: “Num é? Também me pergunto isso, nada a ver. Eu sei que o verdadeiro nome é Porcelana Fria, mas o motivo de usar o nome Biscuit ainda não sei, vou pesquisar e postar em meu blog.”

Como uma fiel “BB” (Biscuiteira e Blogueira), fui a caça da informação, e descobriiiiiiiii que:

Mesmo a arte de modelar em Biscuit ter origem na Itália, a palavra Biscuit é de origem francesa que quer dizer porcelana branca, além de biscoito igual a tradução do inglês, sendo assim se deu o nome de biscuit a massa de porcelana fria.

Abaixo segue o trecho da tradução do dicionário Francês:

Dicionário Francês

Dicionário Escolar Francês
Autoria: Jelssa Ciardi Avolio e Mára Lucia Faury

biscuit
bis.cuit
nm 1 biscoito. 2 porcelana branca.

 

 

 

Portanto, a lógica de traduzir a palavra tem fundamento, mas não do inglês para o português e sim do francês para o português.

E nada de pensar que Biscuit é apenas biscoito, Biscuit é algo MAIS!!!

;)

Dor na munheca!

12 de julho de 2011
Em: Dicas e Novidades, Matérias | 4 comentários

Uii.. ai.. meu bracinho.. :(

Vira e mexe me pego falando esta frase, daí providencio o auxílio da munhequeira para aliviar a dor que o esforço repetitivo e a sobrecarga do Biscuitar mais o trabalho contínuo no computador me causa. A chamada LER (Lesão por Esforço Repetitivo) ou D.O.R.T. (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho).

“O punho é formado pelos dois ossos longos do braço – o rádio e a ulna -, que se articulam com o carpo, primeira porção óssea das mãos, composta de três ossos: o piramidal (na parte interna), o semilunar (no centro) e o escafóide (na lateral). Tais estruturas ósseas são “amarradas” por ligamentos, tendões e músculos. E recobertas pela pele. É isso que dá força e mobilidade aos punhos. Neles ainda há o nervo radial, o mediano e o ulnar, que levam as ordens cerebrais de comando das mãos e recolhem as sensações que ocorrem nelas, como dor e calor, e as conduzem até o cérebro, onde são identificadas.”

Achando pouco o que nós mulheres passamos, as dores no punho são mais comuns entre nós, porque as estruturas ligamentares de nossos punhos ficam enfraquecidas em especial quando somos submetidas a stress intenso e nos períodos menstrual ou da menopausa. As lesões de punho podem estar associadas também com as doenças da tireóide, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo.

Munhequeira

Para aliviar as dores, eu uso a munhequeira, santa munhequeira, consigo imobilizar meu punho, promovendo um descanso aos músculos, articulações e ligamentos, porém é bom ter cuidado no uso, pois o uso excessivo pode provocar o agravamento da lesão.

Portando, quem fala aqui é uma biscuiteira que com o trabalho manual e geralmente repetitivo esta vulnerável a esta lesão, pois em caso de dores no punho, consulte um médico para diagnosticar o grau da sua lesão e medicar corretamente.

Eu deixo a dica de alguns exercícios que fui orientada pela professora da academia, para cada exercício, conta 10 segundos:

Exercícios para os punhos.

Punhos fortalecidos: Hora de Biscuitar!! rsrs

Fonte: http://www.minhavida.com.br/conteudo/11054-Lesao-no-punho-pode-ser-evitada-com-exercicios-especificos-e-atencao.htm

http://caras.uol.com.br/noticia/quem-faz-esforcos-repetitivos-pode-ter-mais-inflamacoes-nos-punhos#image0