maio 2011

Quem sou eu?!!!

26 de maio de 2011
Em: Minhas Histórias | 3 comentários

Lógico que escolhi a foto mais bonita.. rsrsrsrs

Eu sou Cláudia Larissa Serqueira Lima… daí o motivo de algumas pessoas me conhecerem por Cláudia e outras por Larissa… ^^

Aqui eu me apresento por Larissa Lima, sou artesã acho que deeeesde a época de colégio que sempre ficava comigo a parte de desenhar, pintar, criar apresentações, cartazes e as feiras de ciências… kkkkkk

Sou de Maceió, Alagoas, formada em Zootecnia pela UFAL desde 2005, não tenho mais interesse nesta área, na verdade desde o terceiro ano da faculdade eu não queria mais, mas eu terminei por causa de meu pai que falava taanto… porém não me arrependo pela experiência que ganhei e as amizades que conquistei lá… além das facilidades e vantagens que um diploma superior oferece.

Atualmente trabalho na área financeira/administrativa (chamo de trabalho de gente grande) e ainda pretendo fazer uma outra faculdade, de Ciências Contábeis. Iniciel o curso de Pós Graduação em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria no CESMAC, no momento esta em stand bay. Nada mal experimentar área de exatas agora.. kkkkkk

Além do trabalho de gente grande, adoro biscuitar (fazer Biscuit), que chamo de trabalho de criança, por parecer com uma brincadeira de modelar.

Além do sonho da maioria das mulheres que é viver o supremo divino poder de gerar uma vida, tenho um sonho de pular de paraqueeedaaass.. o/ ainda ei de realiza-los, não necessariamente nesta mesma ordem.. kkkkkk

Sou a terceira de uma família de 4 filhos. A amo, que por sinal esta entrando para a segunda geração, ganhei dois sobrinhos (Ricardo e Ravi) dentro de 5 meses. A emoção e o cuidado mais instintivo que já senti.

Assim descrevo um pouco sobre quem sou. :)

Assim começou o artesanato:

26 de maio de 2011
Em: Histórias do Artesanato | Tags: , | Seja o primeiro a comentar!
Índia na sombra do bonsai Jabuticabeira.

A história do artesanato tem início no mundo com a própria história do homem, pois a necessidade de se produzir bens de utilidades e uso rotineiro, e até mesmo adornos, expressou a capacidade criativa e produtiva como forma de trabalho.

Os primeiros artesãos surgiram no período neolítico (6.000 a.C) quando o homem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica e a tecer fibras animais e vegetais.

No Brasil, o artesanato também surgiu neste período. Os índios foram os mais antigos artesãos. Eles utilizavam a arte da pintura, usando pigmentos naturais, a cestaria e a cerâmica, sem esquecer a arte plumária como os cocares, tangas e outras peças de vestuário feitos com penas e plumas de aves.

O artesanato pode ser erudito, popular e folclórico, podendo ser manifestado de várias formas como, nas cerâmicas utilitária, funilaria popular, trabalhos em couro e chifre, trançados e tecidos de fibras vegetais e animais (sedenho), fabrico de farinha de mandioca, monjolo de pé de água, engenhocas, instrumentos de música, tintura popular. E também encontram-se nas pinturas e desenhos (primitivos), esculturas, trabalhos em madeiras, pedra guaraná, cera, miolo de pão, massa de açúcar, bijuteria, renda, filé, crochê, papel recortado para enfeite, etc.

O artesanato brasileiro é um dos mais ricos do mundo e garante o sustento de muitas famílias e comunidades. O artesanato faz parte do folclore e revela usos, costumes, tradições e características de cada região.

Fonte: http://www.programaartebrasil.com.br/hist_artesanato/hist_arte.asp